O que recrutadores precisam saber sobre a experiência do candidato? Veja aqui!

Data 12/01/2018
experiência do candidato

Segundo Joanne McDonagh, escritora e chefe de marketing da Rezoomo, empresa irlandesa especialista em recrutamento, um dos maiores desafios do RH é exatamente a seleção de novos colaboradores. Quando se pensa em recrutar e no processo envolvido, instantaneamente, vem à mente os pré-requisitos de determinado cargo, a ação para atrair candidatos para essa função, a triagem e seleção das melhores pessoas, chegando na contratação do talento certo, seguida de um eficaz processo de onboarding. Nas entrelinhas dessas atividades, os recrutadores ainda precisam se atentar à experiência do candidato.

A marca empregadora e a experiência do candidato

experiência do candidato

Para a escritora, a experiência do candidato está intimamente relacionada com a marca empregadora. Porém, em 2017, o foco das atividades de RH foi, principalmente, na construção de sua marca empregadora: “Já a experiência do candidato não foi tão importante assim, pois não esteve citada como tendência”, afirma ela.

A disputa por talentos está em ascensão. Com um ambiente tão competitivo, as empresas precisam contratar melhor. Embora a maioria das companhias esteja ciente de que sua marca empregadora precisa ser forte, grande parte dos recrutadores desconhece a importância que a experiência do candidato tem nessa construção.

Uma experiência de candidato ruim pode demolir uma forte marca empregadora. Os talentos que não saem satisfeitos de um processo seletivo, provavelmente não recomendarão aos amigos e familiares aquela empresa.  “Muito pelo contrário, podem até falar mal da organização”, diz Joanne McDonagh.

O que os candidatos odeiam nos processos seletivos?

Recentemente, a Software Advice, empresa de pesquisa, fez um estudo que descobriu as principais causas de uma má experiência para o candidato. Confira:

  • Instruções de aplicação pouco claras;
  • Aplicação extremamente longa;
  • Descrição mínima do trabalho;
  • Nenhum e-mail de confirmação;
  • Sem aviso prévio quando o cargo é preenchido;
  • Não ser possível entrar em contato com um recrutador.

grafico 1_experiencia do candidato esse

O que os candidatos querem nos processos seletivos?

A falta de comunicação é frustrante e foi muitas vezes citada pelos candidatos. Não surpreendentemente, os principais pedidos dos talentos para melhorar a experiência em processos seletivos incluem:

  • Mais comunicação;
  • Ser notificado para as próximas etapas;
  • Ter conhecimento do cronograma do processo de contratação;
  • Contato humano após a aplicação;
  • Prazo de resposta.

grafico 2 experiência do candidato esse

Por fim, Joanne McDonagh questiona os recrutadores: como você se certifica de que está dando ao candidato a experiência que ele quer?

Você conhece as principais etapas de um processo de recrutamento e seleção? Se ainda não, confira as quatro principais listadas por Marcello Porto, Diretor de Produtos da LG lugar de gente, clicando aqui.

Esse texto contém tradução livre do site Rezoomo