Problemas pessoais devem ficar em casa

Data 01/07/2014

Diariamente é preciso ter atenção com as emoções e preocupações para que os problemas pessoais não interfiram na vida profissional e vice-versa. Os conflitos não devem ultrapassar o limite do território do qual fazem parte para não prejudicar outras áreas da vida. Esse comportamento é importante, pois evita que, concomitantemente, vários aspectos sejam influenciados negativamente, sofrendo queda de performance.

Por que misturamos a vida profissional com a pessoal?

Há sempre dificuldade em perceber que não é possível administrar todas as demandas e expectativas impostas diariamente. O primeiro passo para desvencilhar as questões da vida pessoal da profissional é admitir que há coisas que não poderão ser resolvidas por nós, por falta de habilidade ou tempo, e que, portanto, elas devem ser delegadas a outras pessoas. Essa atitude proporcionará menos pressão e mais tempo para refletir e organizar as tarefas restantes.

Compartilhar os deveres, provavelmente, solucionará parte significativa das questões que afligem o dia a dia, uma vez que as atividades que são mais difíceis de ser realizadas foram transferidas para pessoas com mais aptidões para realizá-las.

Como ter equilíbrio

Os problemas pessoais que interferem na carreira são danosos. Confira dicas para harmonizar a área profissional e pessoal, que não devem ser vistas como opostas:

1)  Priorize o que realmente é relevante.
Essa tática proporcionará clareza e, consequentemente, mais facilidade para identificar suas reais necessidades, amenizando ou até diminuindo problemas. Faça esse exercício com a sua vida pessoal e profissional para sentir todas as vantagens de conhecer seus objetos e desejos com clareza.

2) Seja organizado e não torne um hábito ficar mais tempo no escritório todos os dias. Esses casos devem ser exceção, pois esse período deve ser utilizado para a relação familiar ou consigo mesmo.

3)  Defina metas para os seus objetivos. Garantir a forma de atingir seus sonhos diminuirá angústias com inseguranças, o que, muitas vezes, refletirá em suas emoções em casa e no trabalho.

4)  Peça ajuda, caso se sinta pressionado em casa ou no trabalho. Reconheça que precisa de apoio para superar um momento de crise.



Essa dica foi publicada no blog da Sociedade Brasileira de Coaching

Comentários